Aprovado pela comissão mista a medida provisória que reforma o ensino médio

Foi aprovado pela comissão mista nesta quarta-feira (30), por 16 votos favoráveis e cinco contrários a MP 746/16, que analisa a medida provisória da reforma do ensino médio,  onde o Deputado Stefano Aguiar (PSD-MG), é membro e apresentou emendas à Medida Provisória. O texto propõe que os alunos com cerca de 15 anos de idade, poderão escolher a área na qual irão se especializar já no inicio do curso. As matérias obrigatórias como matemática, português, inglês e artes seriam cursadas de maneira conjunta nos três anos, seriam estas as disciplinas comuns cursadas por todos os alunos. Educação física seria obrigatória somente nos dois primeiros anos. O restante das disciplinas comuns só será definido pelo Conselho Nacional da Educação em meados do ano que vem. O novo ensino médio oferece disciplinas com áreas de conhecimento e itinerários formativos que serão escolhidos pelo próprio aluno, tais como, linguagens e suas tecnologias; ciência da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e sociais aplicadas; matemática e suas tecnologias; e formação técnica e profissional, além das disciplinas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O novo texto determina que a nova carga horária do ensino médio seja de 60% das disciplinas da BNCC, que antes eram de 50%. Além disso, há um prazo estabelecido de cinco anos para que o ensino médio passe de 800 para 1000 horas, ou seja, cinco horas diárias. As mudanças curriculares só devem vigorar na prática em 2019 porque as escolas terão que se adaptar ao novo modelo. O texto precisa ser votado ainda pelos plenários da Câmara e do Senado, nessa ordem.

Fonte: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/520439.html