Câmara aprova MP que transforma legado das Olimpíadas em autarquia temporária

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória (MP) 771/17, que cria a Autoridade de Governança do Legado Olímpico (Aglo), uma autarquia federal de caráter temporário para substituir a Autoridade Pública Olímpica (APO). O novo órgão vai administrar toda a estrutura existente, como ginásios, que foi criada para as Olimpíadas do Rio de Janeiro.  A Aglo funcionará até que sejam tomadas as providências de longo prazo necessárias à destinação do legado olímpico ou até 30 de junho de 2019, o que ocorrer primeiro. A autarquia poderá realizar estudos técnicos e pesquisas, elaborar planos e projetos, firmar contratos para viabilizar o uso das estruturas do legado olímpico e desenvolver programas que utilizem esse legado para o desenvolvimento esportivo e a inclusão social, viabilizar a utilização de toda a instalação esportiva olímpicas e paraolímpicas para atividades, utilização para estudos para inserção de modelos de gestão sustentável visando os aspectos ambientais, sociais e econômicos, além de estabelecer parcerias com a iniciativa privada para exploração das instalações esportivas.



Fonte: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/ESPORTES/537500-CAMARA-APROVA-MP-QUE-CRIA-AUTARQUIA-PARA-ADMINISTRAR-LEGADO-OLIMPICO.html