Dia Nacional do Cerrado

O Deputado STEFANO AGUIAR (PSD-MG) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, hoje, dia 11 de setembro, é comemorado o Dia Nacional do Cerrado. Esse é um bioma considerado berço das águas e tem uma importância estratégica para o abastecimento e manutenção de uma rica biodiversidade.

A data nos dá a oportunidade para relembrarmos que o cerrado é o segundo maior ecossistema brasileiro e, claro que, em tempos de crise hídrica em alguns estados brasileiros, uma verdadeira caixa d’água no coração do Brasil traz esperança e vida para milhões de pessoas, além da fauna e da flora.

Aqui nesta Casa temos realizado inúmeras ações, especialmente no âmbito da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, visando a preservação ambiental, o correto manejo e demais práticas sustentáveis capazes de proporcionar sobrevida ao meio ambiente. Prova dessa preocupação pôde ser vista no Seminário sobre a importância dos povos e comunidades para a conservação do cerrado, promovido pela referida comissão temática no início da tarde de hoje.

O cerrado é realmente incrível: possui grandes reservas subterrâneas de água doce que abastecem as principais bacias hidrográficas do País: Amazonas, Tocantins/Araguaia, São Francisco, Paraná e Paraguai. Como falamos anteriormente, essa riqueza hídrica tem um papel fundamental no abastecimento humano, na geração de energia e na produção agrícola.

Em contrapartida, a data de hoje serve também para refletirmos sobre os problemas que o cerrado vem enfrentamento com as recorrentes queimadas. Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama, nas últimas décadashouve uma redução de 48,4% da área do cerrado.Se o ritmo continuar acelerado, estima-se um prazo de 40 a 50 anos para o completo desaparecimento de seus recursos florestais.

Atualmente, apenas 3% do cerrado está efetivamente protegido em unidades de conservação. Esse cenário é extremamente preocupante e pode comprometer diretamente a biodiversidade, o clima e a saúde do povo brasileiro, mesmo aqueles que vivem em outras regiões do País, pois o vento espalha as fuligens para milhares de quilômetros de distância, como aconteceu com as queimadas na África que atingiram o litoral do Nordeste, principalmente a cidade de João Pessoa.

O Cerrado é biologicamente a região de savana mais rica do planeta, sendo responsável por 5% da biodiversidade mundial e 30% da biodiversidade brasileira. Ocupa um quarto do território nacional e é um importante elo entre outros quatro biomas brasileiros (Amazônia, Caatinga, Mata Atlântica e Pantanal).

Mas, Senhor Presidente, infelizmente a data de hoje está sendo manchada pelos milhares de focos de queimadas no cerrado. Espero que possamos refletir com mais rigidez a necessidade de preservação de todos os biomas e, em particular nesta tarde, do nosso grandioso cerrado.