Discurso Dia Mundial da Amamentação

O Deputado STEFANO AGUIAR (PSD-MG) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, gostaria de registrar que, no último dia 1º de agosto foi comemorado o Dia Mundial da Amamentação, uma das datas mais significativas da nossa vida e que, sem dúvida alguma, deve ser amplamente defendida.

O leite materno é um alimento completo, capaz de oferecer todos os nutrientes necessários ao desenvolvimento do recém-nascido. Além dos laços afetivos com a mãe, a amamentação é a forma da criança receber cálcio, fósforo e ferro, além de outros nutrientes importantes para que tenha um crescimento saudável.

Toda mãe deve ter acesso às informações corretas e adequadas sobre o aleitamento natural, sobre os riscos dos leites artificiais e as vantagens da amamentação no fortalecimento do vínculo mãe-filho e na prevenção da violência. A Organização Mundial de Saúde e o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) recomendam ainda: iniciar a amamentação nas primeiras horas de vida da criança; amamentação exclusiva, sem nenhum outro alimento ou líquido, nem mesmo água; que a amamentação aconteça sob demanda, ou seja, todas as vezes que a criança quiser, dia e noite; não usar mamadeiras nem chupetas.

Em outras palavras, a data visa apoiar e promover a prática da amamentação natural para o combate à desnutrição e à mortalidade infantil e também difundir e possibilitar a troca de tecnologias em bancos de leite. O Brasil possui a maior e mais complexa rede de bancos de leite do mundo, com 163 unidades.

Dessa forma, a amamentação, quando praticada de forma exclusiva até os seis meses de vida do bebê e complementada com alimentados apropriados até os dois anos de idade ou mais, é de extrema importância para o crescimento, desenvolvimento e prevenção de doenças na infância e idade adulta.

Por isso, Senhor Presidente, a comemoração dessa data serve para incentivar todas as mães a essa belíssima prática que, entre outras coisas, denota amor, carinho e responsabilidade.

Senhor Presidente, solicito a Vossa Excelência que meu pronunciamento seja divulgado pelos órgãos de divulgação da Casa Legislativa e no Programa Á Voz do Brasil.