Educação – Escola sem Partido

A comissão especial na qual o Deputado Stefano Aguiar (PSD-MG) é membro, que analisa o projeto de lei da Escola sem Partido (PL 7180/14) ouviu nesta semana, convidados favoráveis e contrários à proposta. O objetivo da proposta é coibir a propaganda político-partidária em sala de aula. O projeto obriga as escolas a respeitar as convicções do aluno, de seus pais ou responsáveis. Segundo o texto, os valores de ordem familiar têm precedência sobre a educação escolar nos aspectos relacionados à educação moral, sexual e religiosa. O fundador do movimento Escola sem Partido, Miguel Nagib, afirmou que o professor não tem o mesmo direito à liberdade de expressão dos outros cidadãos porque fala para estudantes que são obrigados a estar na escola. E ainda conclui, É papel da família decidir sobre quando e como abordar assuntos com implicações religiosas e morais com seus filhos”. A proposta tramita em caráter conclusivo e, se aprovada na comissão especial, poderá seguir para o Senado sem necessidade de ser analisada pelo Plenário da Câmara.

Fonte: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/EDUCACAO-E-CULTURA/523088-FUNDADOR-DO-ESCOLA-SEM-PARTIDO-CRITICA-DOUTRINACAO-EM-SALA-DE-AULA.html