Pessoa portadora da doença de Parkinson terá direito de atendimento no SUS

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou o Projeto de Lei (PL) 605/15, que garante atenção integral à pessoa portadora da doença de Parkinson no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Pelo texto, o SUS fornecerá além dos medicamentos, os tratamentos auxiliares como terapia fonoaudióloga, fisioterapia e atendimento psicológico com a disponibilização de profissionais especializados. Além disso, será possível a atenção integral para as seguintes condutas: direito ao medicamento; a participação dos familiares no controle das ações e serviços de saúde; apoio à formas de tratamentos que visam minimizar os efeitos, visando a melhoria de qualidade de vida dos portadores; apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico para o combate à doença de Parkinson e suas consequências, além de avaliação e controle por parte dos serviços de saúde, com direito da participação da sociedade. A doença de Parkinson, é caracterizado por tremor em repouso, rigidez, redução dos movimentos, perda de reflexos posturais e postura fletida, o Mal de Parkinson atinge de 1% a 3% das pessoas com idade superior a 65 anos. Segundo dados da Associação Brasil Parkinson, a doença afeta mais de 200 mil pessoas no Brasil. O projeto agora será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte:http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/SAUDE/543562-COMISSAO-GARANTE-ATENDIMENTO-A-PESSOA-PORTADORA-DA-DOENCA-DE-PARKINSON-NO-SUS.html